ação clara de campanha - Brasil - iG" /

Para líder tucano, vídeo de Lula com Dilma é ação clara de campanha

O líder do PSDB na Câmara dos Deputados, deputado João Almeida (BA), criticou o comercial televisivo gravado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a ministra da Casa Civil, Dilma Roussef, que será exibido a partir desta quarta-feira.

Priscilla Borges, iG Brasília |

O deputado afirmou que o vídeo é uma ação "clara" de campanha eleitoral. Segundo a assessoria do Partido dos Trabalhadores, o vídeo foi gravado em comemoração aos 30 anos do PT.

"Por que Dilma e Lula juntos? É uma campanha para tentar mostrar que Dilma é a continuidade de Lula. Mas não é e o povo não vai acreditar nisso", afirmou.

O deputado ainda criticou a ação da Justiça Eleitoral. Segundo ele, o PSDB já apresentou diversas representações aos tribunais contra o que considera campanhas eleitorais antecipadas. Pelas regras eleitorais, os candidatos só poderão iniciar propagandas para os pleitos a partir do dia 6 de julho.

"Os tribunais têm arranjado desculpas para não caracterizar propagandas como campanhas eleitorais", garante.

João Almeida diz que os advogados do partido vão analisar com cuidado o conteúdo do vídeo e só depois decidirão se entram ou não com uma representação na Justiça. "Não é tanto para impedi-la (Dilma) de fazer campanha, mas principalmente para garantir o cumprimento das leis", diz.

O líder do PSDB diz acreditar que os eleitores brasileiros saberão separar a imagem do presidente Lula de Dilma. "Eles amadureceram. Essa história de dizer que Dilma é Lula de saia não vai colar", defende.

Vídeo

O vídeo mostra o presidente Lula pedindo para que o telespectador continue ajudando o partido a promover mudanças no Brasil.

"Eu sou PT. A Dilma é PT. Nós todos somos PT. E você?", pergunta o presidente Lula no vídeo. Em seguida, Dilma, provável candidata à Presidência pelo PT, diz: "Venha com a gente. Vamos continuar mudando o Brasil".

No último dia 7 de fevereiro, antes de participar de encontro Nacional da Juventude do PT, em Brasília, Dilma afirmou que nem é pré-candidata à Presidência da República

Saiba mais sobre Eleições 2010

    Leia tudo sobre: lula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG