água excessiva causou enchentes em SP - Brasil - iG" /

Para Kassab, água excessiva causou enchentes em SP

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), atribuiu as enchentes de segunda-feira na cidade à água excessiva, que foi além da capacidade das bocas-de-lobo e das galerias do centro. Durante entrevista ao Jornal Eldorado, da Rádio Eldorado, ele lembrou que, na Avenida Nove de Julho, houve o rompimento de uma galeria, avaliado por ele como fatalidade, fruto da própria intensidade da água, que deve ter contribuído para a remoção do solo.

Agência Estado |

A chuva de pouco mais de uma hora que atingiu a capital paulista na tarde de ontem voltou a travar o trânsito, inundou vias importantes, interrompeu a circulação de trens do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e provocou a queda de um muro na Avenida 23 de Maio - dois carros que passavam pelo local foram atingidos. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), em apenas uma hora choveu o equivalente a 30% do esperado para este mês.

AE
Ônibus ficam ilhados na avenida 9 de Julho

Ônibus ficaram ilhados na 9 de Julho (4/1)


Kassab disse que obras importantes estão sendo feitas no município para evitar alagamentos. Ele voltou a lembrar que, numa das mais intensas precipitações atmosféricas da história de São Paulo, no último dia 8, o Córrego Aricanduva não transbordou.

Inspeção veicular

O prefeito do DEM explicou ainda a decisão de não devolver a taxa da inspeção veicular a partir deste ano. Kassab concluiu pela não-devolução após a inspeção ter sido definida como obrigatória por legislação federal. "Até então (2009), não existia essa obrigatoriedade. Não é justo, socialmente - já que o proprietário é obrigado a arcar com o ônus da inspeção - que o recurso público seja direcionado a algo compulsório, uma vez que pode ser direcionado ao metrô e à construção de parques", afirmou.

Kassab disse ainda que não devolveu a taxa de 2009 porque, no ano passado, a inspeção não era obrigatória. Segundo ele, a obrigatoriedade em âmbito nacional "mostra que a cidade de São Paulo é pioneira, estava correta, e o que era programa exclusivo da cidade passou a ser obrigatório no Brasil inteiro". "Eu desafio um governador ou prefeito a restituir esse valor para o proprietário", afirmou.

Leia também:


Leia mais sobre: chuva

    Leia tudo sobre: chuvachuvasenchentegilberto kassabsão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG