Para Jucá, Temer como vice de Dilma unifica PMDB

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), disse hoje que a eventual indicação do presidente do partido e da Câmara, Michel Temer (SP), como vice da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, na disputa da eleição presidencial, unifica o partido. Ele é o presidente do PMDB.

Agência Estado |

Não representa uma facção", disse Jucá, acrescentando que Temer é um nome institucional para representar o PMDB na aliança com o PT.

Dilma em SP

Enquanto o PMDB se articula, a ministra almoça amanhã com prefeitos da região de Rio Claro (SP) e líderes políticos regionais e estaduais, depois de visitar na cidade uma obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A informação foi divulgada hoje pela Assessoria de Imprensa da Casa Civil.

A obra do PAC é de substituição da rede de distribuição de água de Rio Claro. Segundo a nota, na construção da nova rede foram gastos R$ 10,58 milhões, e a União entrou com R$ 8,3 milhões, enquanto a prefeitura participou com R$ 2,2 milhões. A obra permitirá, segundo a Casa Civil, a distribuição de água a 16 mil famílias.

Após essa visita, Dilma participa, na antiga Estação Ferroviária, do ato de assinatura de documento que cede a Rio Claro o direito real de uso do ramal ferroviário que corta o município.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG