Para emagrecer, é preciso malhar

Para emagrecer, é preciso malhar Por Deborah Bresser São Paulo, 07 (AE) - Parece até propaganda das Organizações Tabajara: um corpo novo em três meses ou seu dinheiro de volta. Essa é a oferta do GB Slim, o novo programa de emagrecimento da academia Gustavo Borges (www.

Agência Estado |

gbnatacao.com.br). A intenção é fazer o aluno perder peso com todo o acompanhamento necessário. São feitas três avaliações físicas e cinco consultas nutricionais, a primeira logo após o fechamento do contrato e as seguintes durante o tratamento. São três treinos por semana de 45 minutos cada, no mínimo. O GB Slim promete resultados em, no máximo, três meses ou o ressarcimento do valor pago. Nas academias Gustavo Borges o programa, que já funciona em Curitiba, chega este mês à unidade do Morumbi, na capital paulista.

Por aqui, já há outro tipo de extreme make over refazendo a silhueta dos sedentários. Co-autor do livro "Entre em Forma com seu bebê", o personal trainer José Alexandre Filho (www.altaperformanceonline.com) prepara outro lançamento (para 2009): "A vida começa aos 40", em que ele apresenta o programa que criou para essa faixa etária. "Tudo depende de estímulo. O programa muda a estrutura da célula de gordura", avisa. Isso é conseguido por treinos de alta intensidade, que trabalham no linear anaeróbico, com déficit de oxigênio. "Promovo esse estímulo para aumentar o metabolismo e para que ele se mantenha ativado", explica. Alexandre atua em parceria com um clínico e uma nutricionista e prescreve quatro treinos semanais. "Antes de treinar, a ‘máquina’ precisa estar regulada. O treino em alta intensidade é para ter resultado estético, o meu troco é a saúde" diz.

E bota saúde nisso! Que o digam os dois voluntários que se submeteram ao programa para a realização do estudo, que prevê 16 semanas de treino. O empresário Daniel Santana Nunes, de 42 anos, mudou muito, "em tudo", segundo ele. "Não imaginava que seria possível, nunca tive essa forma física", confessa. Em quatro meses, ele perdeu muito peso, ganhou massa e as fotos dizem mais que mil palavras. A atriz Celeste de Moraes Ferreira, de 43 anos, não perdeu a chance de ser cobaia de Alexandre. "Estava dez quilos acima do meu peso e era contra musculação, mas o método dele é científico, estudado, ele sabe o que está fazendo." Com 8 centímetros a menos de abdome, ela agora avalia o que vai comer. "Vejo se vale a pena... Só como chocolate se for suíço", diverte-se.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG