BRASÍLIA - No Dia do Exército, o comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, minimizou as críticas feitas pelo general Augusto Heleno em relação à política indigenista adotada pelo governo. Saito limitou-se a dizer que o problema ¿está resolvido¿, sem dar mais detalhes.

Ao participar anteontem de seminário no Clube Militar, no Rio de Janeiro, Heleno afirmou que a demarcação contínua de terras indígenas na região de fronteira é uma ameaça à soberania nacional. Heleno é comandante militar da Amazônia, onde arrozeiros e índios disputam terras na reserva Raposa Serra do Sol, em Roraima. Seu comentário teria causado mal estar no governo e entre colegas das Forças Armadas.

No evento em comemoração ao Dia do Exército, da qual o presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva participou, a saudação presidencial foi lida por um general das Forças Armadas.
Aumento para militares

Saito declarou ainda que o aumento salarial para militares ainda não foi anunciado devido a necessidade de ajustes. A expectativa era que o anúncio ocorresse nessa semana. Porém, Saito deu a entender que o índice deve sair nos próximos dias. Em breve os militares devem receber boa notícia, afirmou. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.