Para CNBB, aborto de anencéfalo é 'descartar um ser humano frágil e indefeso'

Por 8 votos a 2, o STF decidiu autorizar a mulher a interromper a gravidez em casos de fetos anencéfalos

Agência Brasil |

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou nota em que “lamenta profundamente” a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de autorizar a interrupção da gravidez em casos de feto com anencefalia . No entendimento da entidade, permitir o aborto nesses casos é “descartar um ser humano frágil e indefeso”.

A decisão: STF libera o aborto de fetos anencéfalos no Brasil
Frases: Ministros do STF fazem declarações impactantes sobre anencefalia
No iG: Maioria dos leitores é favorável à liberação do aborto de anencéfalos

Apoio: Governo dará suporte em casos de gravidez de anencéfalos

“A gestação de uma criança com anencefalia é um drama para a família, especialmente para a mãe. Considerar que o aborto é a melhor opção para a mulher, além de negar o direito inviolável do nascituro, ignora as consequências psicológicas negativas para a mãe. O Estado e a sociedade devem oferecer à gestante amparo e proteção”, diz a nota.

Por 8 votos a 2, o STF decidiu ontem (12) autorizar a mulher a interromper a gravidez em casos de fetos anencéfalos, sem que a prática configure aborto criminoso. Durante dois dias de julgamento, a maioria dos ministros do STF considerou procedente ação movida pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde (CNTS), que tramitava na Corte desde 2004.

Casos: 'Minha filha não é um monstro', diz mãe
'STF deve dar mais direitos à mulher', diz mãe que abortou
Opiniões: 'Supremo vai corrigir o erro de oito anos atrás', diz antropóloga
Protesto: Religiosos fazem vigília em frente ao STF contra aborto de anencéfalos

O presidente do STF, Cezar Peluso, e o ministro Ricardo Lewandowski votaram contra a interrupção da gravidez. O ministro Dias Toffoli se declarou impedido de votar porque já havia se pronunciado favorável à interrupção quando era advogado-geral da União.

    Leia tudo sobre: anencefaliaanencéfalossupremo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG