fichas sujas gera dúvidas - Brasil - iG" /

Para Aécio, barrar fichas sujas gera dúvidas

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), afirmou que considera polêmico impedir a candidatura de pessoas que sejam réus em processos e que tenham sido condenados em primeira instância, os chamados fichas sujas. Aécio se disse um crítico da atual legislação do País.

Agência Estado |

"Impedir candidatura sem que aquele processo tenha transitado em julgado sempre gera dúvidas. Do ponto de vista da nossa legislação, não há culpabilidade ainda estabelecida. A culpabilidade moral existe para o eleitor julgar. Do ponto de vista jurídico, se você ainda pode recorrer em segunda instância, poderá ser absolvido, ainda que tenha sido condenado numa inferior", afirmou, durante a edição 2008 do prêmio "As melhores da Dinheiro", ontem à noite, em São Paulo.

Para o governador, o principal problema é a lentidão do Judiciário. "Todos esses trâmites, sempre a favor do réu, permitem postergações absurdas. Temos em Minas prefeitos que foram condenados em primeira instância há dois ou três mandatos e até hoje não tiveram seu recurso julgado e estão militando na vida pública", citou. "Acho que o caminho correto seria agilização dos processos. Aí sim: se estiver comprometido, deve ficar fora da carreira política."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG