O paparazzo acusado de ter assustado o cavalo montado por Madonna e ter provocado neste final de semana um tombo da pop star jurou inocência nesta segunda-feira.

"Cheguei mais de dez minutos depois do acidente", disse nesta segunda-feira o fotógrafo Thomas Hinton em entrevista ao site TheCelebrityTruth.com.

Madonna, de 50 años, caiu do cavalo que montava na mansão de um amigo em Hamptons, perto de Nova York.

A pop star sofreu alguns hematomas, segundo seu porta-voz, e se recupera em casa da amiga, a atriz Gwyneth Paltrow.

Segundo a porta-voz, "o acidente aconteceu quando o cavalo de Madonna se assustou por causa dos flashes dos paparazzi.

Thomas Hinton, que obteve a única foto da estrela caída no chão, rodeada de gente, disse, no entanto, que "não havia nenhum outro fotógrafo antes dele".

Pouco antes, Hinton havia conseguido retratar Madonna vestindo a roupa, as botas e o casquete preto de montar, publicadas com exclusividade pelo tablóide The New York Post.

sms/ltl/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.