Dois líderes indígenas brasileiros, que passaram as últimas duas semanas percorrendo a Europa em busca de apoio, foram recebidos ontem pelo Papa Bento XVI. Pierlângela Nascimento da Cunha, coordenadora da Organização de Professores Indígenas de Roraima - representante da tribo Wapixana -, e Jacir José de Souza, fundador do Conselho Indígena de Roraima e membro dos Makuxí, receberam do pontífice garantias de apoio para a manutenção de suas reservas em Roraima.

"Faremos o possível para ajudar a manter a sua terra", afirmou o papa. No centro do debate estava a definição das terras na reserva Raposa Serra do Sol. Os indígenas também entregaram uma carta ao Papa pedindo sua intervenção no conflito. "O nosso povo está enfrentando um momento de grande angústia diante da ocupação ilegal de nosso território", acusam o representantes indígenas.

"Pedimos que Sua Santidade exprima solidariedade com nosso povo", afirmou a carta. Os indígenas também pedem que o Papa mostre sua solidariedade ao insistir com o governo brasileiro sobre a necessidade de que a demarcação das terras não seja modificada. O tema está no Supremo Tribunal Federal a pedido do governo de Roraima. "Dessa decisão depende a vida de todo o povo indígena no Brasil", afirmam.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.