Papa nomeia bispos para Caratinga e Belém do Pará no Brasil

Foram nomeados o prelado Emanuel Messias de Oliveira e os sacerdotes Teodoro Mendes Tavares e José Francisco de Barros

EFE |

Bento 16 nomeou o prelado Emanuel Messias de Oliveira, de 63 anos, e os sacerdotes Teodoro Mendes Tavares, de 47 anos, e José Francisco Falcão de Barros, de 46, bispos de Caratinga e auxiliares de Belém do Pará e militar, respectivamente, no Brasil, informou nesta quarta-feira o Vaticano.

Emanuel Messias de Oliveira sucede no cargo o bispo Hélio Gonçalves Heleno, que apresentou sua renúncia ao governo pastoral de Caratinga por motivos de idade e foi aceita pelo pontífice. O novo bispo de Caratinga nasceu em 1948 em Salinas, no estado de Minas Gerais. É formado em Exegese Bíblica e em línguas orientais pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma. Foi ordenado sacerdote em 1976. Em 1998 foi nomeado bispo de Guanhães, cargo que ocupava atualmente.

O novo bispo auxiliar de Belém do Pará, Teodoro Mendes Tavares, nasceu em 1964 em São Miguel Arcanjo, na ilha de Santiago, em Cabo Verde. Pertence aos Pais Espiritanos e foi ordenado sacerdote em 1993. É formado em Ecumenismo pelo Trinity College, de Dublin. Nestes anos exerceu atividade de pároco em diferentes cidades brasileiras e é superior dos espiritanos na região da Amazônia.

O novo bispo auxiliar militar, José Francisco Falcão de Barros, nasceu 1965 em Paulo Jacinto, em Alagoas. É especializado em Agronomia pela Universidade Federal de Alagoas e é doutor em Direito Canônico pela Pontifícia Universidade de Santo Tomás de Aquino de Roma. Foi ordenado sacerdote em 1991. Exerceu cargo de pároco, professor de teologia e chanceler da Cúria diocesana de Palmeira dos Índios e desde 2006 era capelão da Polícia Militar no estado de Alagoas, em Palmeira dos Índios.

    Leia tudo sobre: bispospapa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG