Pane em guindaste atrasa perícia na Renascer em SP

Uma pane elétrica num guindaste atrasou o trabalho dos peritos nos escombros da sede internacional da Igreja Renascer em Cristo, no Cambuci, no centro de São Paulo, cujo teto desabou no último dia 18 e matou 9 pessoas. O trabalho de campo da polícia Técnico-Científica, que em princípio terminaria hoje, deve terminar dentro de um ou dois dias, explicou o secretário de Segurança Pública, Ronaldo Marzagão, que esteve no local na tarde desta segunda-feira.

Agência Estado |

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o guindaste usado para levar as tesouras - estruturas que sustentam o telhado - para o estacionamento da igreja apresentou um problema técnico. Com isso, suspendeu-se a perícia temporariamente. Oito das 14 tesouras já foram reagrupadas.

Além de Marzagão, visitaram o local o superintendente da Polícia Técnico-Científica, Celso Perioli, e o professor José Antonio de Siqueira, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). Perioli afirmou que Siqueira foi convidado para que o estudo do caso seja aprofundando. As considerações dele, entretanto, não devem ser incluídas no relatório final do Instituto de Criminalística.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG