Pancada de chuva ameniza fogo na Chapada Diamantina

O 11º Grupamento de Bombeiros Militares de Lençóis (BA), a 409 quilômetros a oeste de Salvador, informou que o avanço dos focos de incêndio o Parque Nacional da Chapada Diamantina - que já teve metade de seus 152 mil hectares queimados, segundo a administração do parque - está diminuindo por causa das pancadas de chuva que caem na área desde terça-feira. Elas não são suficientes para debelar as chamas, mas aumentam a umidade do ar, facilitando nossos trabalhos, afirmou o capitão Jean Vianey.

Agência Estado |

No início da semana, a umidade relativa do ar na região atingiu níveis críticos, entre 10% e 12%, segundo o governo baiano. A estiagem durou 120 dias. Chuvas fortes, porém, só são esperadas no fim da próxima semana. De acordo com Vianey, por causa das melhores condições climáticas, os focos de incêndio atingem, hoje, 17 áreas da região - eram 31 há dois dias.

Ainda não há, porém, controle sobre o fogo nem uma leitura real do tamanho do prejuízo causado pelas chamas ao meio ambiente. "Só depois de acabarmos com os focos de incêndio faremos os estudos técnicos necessários para saber a dimensão dos danos causados à biodiversidade regional", disse o diretor de Unidades de Conservação da Secretaria Estadual de Meio ambiente, Plínio Neto.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG