O deputado federal Antonio Palocci (PT-SP) disse hoje que irá convocar os membros da Comissão Especial que analisa o mérito da reforma tributária para votar o relatório do deputado Sandro Mabel (PR-GO) 15 dias antes da votação da matéria em plenário. A votação no plenário vai depender de uma definição dos líderes partidários e do presidente (da Casa) Arlindo Chinaglia (PT-SP).

Após essa definição, a comissão será convocada duas semanas antes para votar o relatório", disse Palocci, que é presidente da comissão. Ele também afirmou que a reforma pode ser votada antes mesmo do primeiro turno das eleições deste ano, em outubro.

Segundo o ex-ministro da Fazenda, a Comissão Especial está pronta para votar a reforma, pois já foram realizados todos os debates previstos. "Além disso, o relator (Mabel) já tem uma minuta pronta do relatório", argumentou. Palocci voltou a prever que a reforma poderá ser votada antes do primeiro turno das eleições municipais. "Ou no final de agosto, ou no final de setembro, ou, no máximo, no início de outubro, o projeto será votado. A previsão é que este ano a reforma será aprovada", concluiu Palocci, que esteve hoje em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, para a inauguração de uma fábrica de soluções parenterais (soros).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.