O deputado Antonio Palocci (PT-SP) descartou formalmente a possibilidade de concorrer ao governo de São Paulo, nesta terça-feira, em reunião com a executiva estadual do PT. Palocci se mostrou pessimista quanto à possibilidade de Ciro Gomes (PSB) desistir da candidatura presidencial para concorrer ao Palácio dos Bandeirantes e defendeu que o PT lance o quanto antes um candidato que já tenha disputado o governo paulista. Assim, resumiu as opções a dois nomes: Marta Suplicy e Aloizio Mercadante.

Palocci agradeceu à direção partidária por ter sugerido seu nome, mas disse que não tem condições de concorrer. A avaliação pessoal dele é que Ciro dificilmente vai disputar o governo paulista. Ou ele sai para presidente ou não sai, disse Luiz Turco, da direção estadual do partido.

Segundo o dirigente, a avaliação de Palocci coincide com a do partido. Temos que definir um nome porque o tempo está ficando espremido.

Palocci foi o terceiro nome cogitado para a disputa estadual a ser sabatinado pelo partido. O prefeito de Osasco, Emídio de Souza, e o ministro da Educação, Fernando Hadad, já foram ouvidos. Marta, Mercadante, o senador Eduardo Suplicy e o deputado Arlindo Chinaglia devem ser os próximos.

A direção do PT paulista espera definir um nome antes do Congresso Estadual do partido, marcado para o início de março.

Leia mais sobre: PT - Palocci - Eleições 2010

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.