Palhaços latino-americanos tentam unificar técnicas em congresso

Guatemala, 28 jul (EFE).- Dezenas de palhaços de diferentes países da América Latina desfilaram hoje na capital guatemalteca, no início do 1º Congresso Latino-americano de Palhaços, no qual os comediantes acordarão critérios unificados e técnicas profissionais.

EFE |

Com as roupas, sapatos, narizes vermelhos e cabelos coloridos, os palhaços latino-americanos mostraram suas habilidades e fizeram graça nas ruas do centro histórico da capital guatemalteca.

O congresso, que termina na quinta-feira, foi organizado pelo Sindicato de Artistas e Similares da Guatemala e conta com a participação de palhaços de Cuba, Porto Rico, Estados Unidos, México, América Central, Colômbia e Peru.

Passarinho Jr., um palhaço guatemalteco integrante do comitê organizador do congresso, disse à Agência Efe que nas diferentes atividades participarão mais de 170 comediantes latino-americanos.

"É a primeira vez que realizamos uma atividade deste tipo na Guatemala. Vamos unificar critérios e técnicas profissionais, mas também analisar as experiências do grêmio nos diferentes países latino-americanos", afirmou Passarinho Jr.

As atividades e discussões do congresso estarão abertas a todo o público e serão realizadas na Concha Acústica ao ar livre do Parque Centenário, situado ao lado da Praça da Constituição, em frente ao Palácio Nacional da Cultura.

"Não só vamos compartilhar nossos problemas com que quiser nos acompanhar, mas também vamos mostrar que todos os problemas, por mais difíceis que sejam, com risos e bom humor, podem ser resolvidos", acrescentou Passarinho Jr., ou Julio César Medina.

O Sindicato de Artistas e Similares da Guatemala é integrado por mais de 250 palhaços, mágicos e trabalhadores circenses. EFE ca/db

    Leia tudo sobre: circo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG