FLORIANÓPOLIS ¿ Uma grande Palhaceata tomou conta hoje das ruas do centro de Florianópolis, na inauguração oficial da 8ª edição do Anjos do Picadeiro, evento que reúne por um semana na capital catarinense palhaços e estudiosos provenientes das ruas, circos, universidades e cabarés de várias partes do Brasil e do mundo.

EFE

Oitava edição do Anjos do Picadeiro oferece até domingo 41 atrações na cidade

A já tradicional "Palhaceata" percorreu vários pontos do centro da cidade em uma grande festa com público, e com uma homenagem especial à cultura local através do boi-de-mamão, uma das tradições folclóricas mais antigas de Florianópolis.

Em oficina aberta aos moradores, o artista plástico local Valdir Agostinho montou uma Bernunça ¿ típico personagem do folclore ilhéu presente nas festas do boi-de-mamão ¿ para desfilar pela cidade.

Também fez parte da "Palhaceata" um grande polvo confeccionado com 2.200 balões infláveis pelo palhaço argentino Tomate, que se mostrou muito emocionado com o desfile.

"É até difícil dizer o quanto estou emocionado com nosso desfile. A sensação de ver todas essas pessoas juntas é indescritível", disse Tomate à Agência Efe.

O também argentino Chacovachi foi outro que não escondeu a emoção de desfilar pelas ruas de Florianópolis. "Sou palhaço há 30 anos, trabalho em circo, teatro, mas nada para mim se compara a esse contato com o público, com o que acontece quando estamos na rua", afirmou à Efe Chacovachi, que também é o responsável pela organização da "Palhaceata".

Os moradores da capital catarinense acompanharam todo o desfile, muitos deles acompanhados de crianças, como o engenheiro Moacir Dacoregio, que levou sua neta Bianca, de 3 anos, para assistir à passeata.

"É muito gostoso ver essa alegria toda aqui no centro. Quando contamos para a minha netinha que as ruas estariam cheias de palhaços ela ficou muito feliz, e eu como avô não poderia deixar de trazê-la", disse.

A "Palhaceata", que reuniu aproximadamente 100 palhaços, segundo o realizador da 8ª edição do Anjos do Picadeiro, o artista João Carlos Artigos, foi encerrada no Largo da Alfândega, no centro de Florianópolis, com uma "grande batalha do bem contra o bem", na qual os participantes se dividiram em dois grandes "exércitos" para uma guerra de balões recheados com água e farinha.

Após a festa, João Carlos Artigos comentou sobre o sucesso do evento e o "trabalho" para que ele seja um sucesso. "A idade vai chegando e fica difícil acompanhar esse povo todo. Mas a satisfação de ver tudo dando certo não tem preço, e quando acabar já estarei morrendo de saudades", disse.

A 8ª edição do Anjos do Picadeiro acontece até o próximo domingo, reunindo nomes importantes do mundo circense em 41 atrações, sendo 12 internacionais e 29 nacionais. O evento tem espetáculos com entrada gratuita e ingressos a preços populares em vários pontos da capital catarinense.

Leia mais sobre: palhaços

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.