A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), tomou um susto em pleno ato da agenda positiva que tenta construir com visitas e inaugurações de obras. Desta vez não foi uma denúncia de irregularidade, pedido de impeachment ou tentativa de criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), como a oposição tem feito nas últimas semanas, mas um quase acidente.

AE
Governadora teve de ser retirada da estrutura do palco no colo de um policial militar
Governadora teve de ser retirada da estrutura do palco no colo de um policial militar

A tucana discursava hoje na cerimônia de inauguração de uma rodovia estadual em São Valentim, no norte do Estado, quando as tábuas do palanque cederam. Embora perdesse o equilíbrio, Yeda não chegou a cair.

Amparada, a governadora saiu do palco no colo de um policial militar e retomou o discurso em terra firme. Ela prometeu seguir inaugurando estradas desde que nenhuma "hecatombe" aconteça. Como está conseguindo investir com recursos próprios, depois de três décadas de déficits orçamentários, o governo do Estado vem apostando na exibição de suas obras, sobretudo no interior, como antídoto para a série de notícias negativas das últimas semanas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.