Paixão de Cristo em cidade alemã deve receber meio milhão de pessoas Por Equipe AE São Paulo, 25 (AE) - Tudo começou com uma promessa coletiva. Hoje, a encenação da Paixão de Cristo de Oberammergau, a 90 quilômetros de Munique, na Alemanha, mobiliza toda a cidade.

O espetáculo, que teve início em 1634, ocorre a cada dez anos.

Trata-se de um dos mais tradicionais espetáculos do gênero - neste ano, na 41.ª edição, os organizadores esperam meio milhão de espectadores. As apresentações começam em 15 maio e seguem até 3 de outubro, num total de 102 performances.

A tradição surgiu durante uma terrível epidemia de peste negra. Os moradores do povoado juraram fazer o espetáculo se não houvesse mais vítimas da doença. Conta a história que, desde então, ninguém mais morreu e, no ano seguinte, a promessa começou a ser cumprida.

Hoje, a encenação reúne mais de 2.400 participantes, entre atores, técnicos, músicos da orquestra e membros do coral - todos (quase metade da população)são moradores da cidade. Também são utilizados cerca de 50 animais nas cenas.

O espetáculo tem cinco horas de duração - divididas em dois atos - e é apresentado em um teatro construído em 1890. Mais informações no site: www.oberammergau-passion.com. Quem quiser sair daqui com o pacote completo, a Keith Prowse vende ingressos com duas noites de hospedagem incluídas, por R$ 2.170,38 por pessoa. Site: www.keithprowse.com.br.

VERSÃO NACIONAL
A encenação alemã originou a versão realizada em Fazenda Nova, no agreste pernambucano. Ao ler uma reportagem sobre Oberammergau, na década de 50, o comerciante Epaminondas Mendonça pensou em realizar um evento semelhante. Hoje, 550 atores e figurantes participam do espetáculo, encenado em nove palcos da cidade-teatro de Nova Jerusalém, em uma área de 100 mil metros quadrados.

Por aqui, atores globais ganharam os principais papéis: neste ano, o ator Eriberto Leão fará o papel de Jesus e Susana Vieira, de Maria. As apresentações ocorrem entre 23 de março e 3 de abril, com ingressos desde R$ 40. Mais: (81) 3732-1129 e www.novajerusalem.com.br.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.