País receberá kits prontos de diagnóstico da gripe suína

O País vai receber nos próximos dias kits prontos para o diagnóstico de gripe suína. A Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) vai encaminhar para 30 Centros Nacionais de Influenza das Américas, incluindo do Brasil, exames para diagnóstico da doença, que serão usados em pacientes onde há forte indício de contaminação pelo vírus H1N1.

Agência Estado |

As remessas devem começar a ser feitas amanhã.

Os testes podem apressar a confirmação ou o descarte de casos no Brasil. Até agora, há registro de dois pacientes com suspeita de contaminação: um em Minas Gerais e outro em São Paulo. Os dois apresentam mais de um sintoma da doença e estiveram no México, país onde há casos confirmados de influenza suína. Ontem, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, havia afirmado que testes para confirmar se pacientes estão com H1N1, produzidos no Brasil, estariam prontos em até dez dias. Com a chegada dos kits prontos, a confirmação ou descarte dos casos pode ocorrer mais rapidamente.

Os testes brasileiros serão feitos a partir do sequenciamento genético enviado ontem pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para o País. O sequenciamento já foi transmitido para uma empresa encarregada de enviar o material necessário para fazer o kit, informou ontem Eduardo Hage, da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde. Com o material, o País poderá fazer rapidamente kits para o uso nos casos suspeitos. O teste preparado pelo Brasil usa a mesma técnica do que será enviado pela Opas.

"O Brasil tem uma ótima rede. Os kits poderão ser úteis neste primeiro momento", afirmou o gerente de Vigilância em Saúde, Prevenção e Controle de Doenças da Opas, Jarbas Barbosa. Para ele, o mundo está muito perto de entrar na fase 6 do alerta de epidemia. "Basta que, Espanha, Reino Unido ou país que esteja fora do continente americano apresente transmissão comprovada da doença", afirmou.

Alta hospitalar

A Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais informou hoje que, de acordo com boletim médico do Hospital das Clínicas, em Belo Horizonte, três dos cinco pacientes que estavam sendo monitorados para investigação de gripe suína tiveram alta ontem à noite. De acordo com as informações, os resultados dos exames de dois pacientes, realizados pela Fundação Oswaldo Cruz deram negativo e o outro caso foi descartado por critério clínico.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG