País desperdiça energia que poderia abastecer o Rio de Janeiro por um ano

SÃO PAULO - O Brasil desperdiça anualmente cerca de 12,6 milhões de megawatts-hora, energia suficiente para abastecer a cidade do Rio de Janeiro por um ano. Os dados são da Associação Brasileira das Empresas de Conservação de Energia (Abesco). De acordo com a entidade, o desperdício representa R$ 11,3 bilhões, dinheiro gasto a mais em energia do que seria necessário.

Agência Brasil |

Os cálculos da entidade, que utilizaram dados de todos os estados do país, indicam que o setor público ¿ municipal, estadual e federal ¿ é o que, proporcionalmente, mais desperdiça energia: cerca de 40% dos gastos são para pagar a conta do desperdício.

A postura do setor público é sempre a de reduzir o desperdício. O problema é a velocidade com que isso precisa ocorrer. A velocidade do setor público brasileiro precisa ser aumentada, afirma o presidente da Abesco, Ricardo da Silva David.

De acordo com ele, se todos os projetos do setor público que visam à economia de energia fossem colocados em prática hoje, o país diminuiria o desperdício em um ano em cerca de 300 megawatts-hora. Uma usina hidrelétrica com essa capacidade demoraria cerca de três anos para ser construída.  Ao invés de gerar energia nova, você tira o desperdício diz David.

Para corrigir o problema no setor público, segundo ele, seriam necessários principalmente vontade do gestor, porque sem ela não se faz nada, e a  aplicação de políticas públicas adequadas na compra de materiais mais econômicos e serviços energéticos mais eficientes.

A legislação ultrapassada também é um empecilho para que o setor público consiga fazer mais economia.  Segundo David, muitas leis foram criadas no tempo que não havia esse problema.

    Leia tudo sobre: desperdício

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG