Pais decidem transferir adolescentes que gravaram vídeo de sexo em escola do Pará

BELÉM - Os pais de uma adolescente de 14 anos, um menino de 15 e outro de 16, que gravaram um vídeo com cenas de sexo em uma escola de Belém do Pará, optaram por transferi-los de instituição de ensino. As informações foram confirmadas pela Secretaria de Educação do Pará, mas ainda não há data para que isso aconteça.

Redação |

Nesta sexta-feira, acontece uma reunião entre integrantes da Secretaria de Educação, o comandante do Comando de Policiamento Escolar (Cipoe) e diretores da Escola Estadual de ensino fundamental e médio Ulysses Guimarães, onde o caso ocorreu, para decidir quais procedimentos serão tomados a partir de agora.

Segundo a Secretaria, a aluna, que está na 8ª série, e os outros dois rapazes, alunos do 1º ano do ensino médio, burlaram a segurança da escola e permaneceram nas instalações do prédio no horário da saída, por volta das 12h30. Neste momento, entraram em um vestiário na quadra de esportes e fizeram o vídeo. As imagens rapidamente foram parar na internet e os demais alunos da escola tiveram acesso.

A Secretaria de Educação informa que já é realizado um serviço de orientação sexual para alunos a partir da 8ª série.

Os fatos envolvendo os alunos foram relatados ao Conselho Tutelar, que irá investigar o caso.

Leia mais sobre: adolescentes

    Leia tudo sobre: adolescentesescolasexo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG