Polícia de Alagoas confirma que pai de Eloá é foragido" / Polícia de Alagoas confirma que pai de Eloá é foragido" /

Pai de Eloá nega assassinato, mas confessa que fugiu da polícia

SÃO PAULO - Everaldo Pereira dos Santos, pai de Eloá Cristina Pimentel, negou nesta terça-feira que cometeu assassinatos e roubos. Foragido da polícia de Alagoas, Everaldo confessou que não participou do velório e do enterro da filha por medo de ser preso. Ao negar ter participado de homicídios, ele falou que a Polícia Civil de Alagoas está tramando contra ele, que é ex-policial militar no Estado. Não sou ladrão, não, falou, chorando muito. As informações são do O Estado de S. Paulo. http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/10/21/policia_de_al_confirma_que_pai_de_eloa_e_foragido_2059784.html target=_blankPolícia de Alagoas confirma que pai de Eloá é foragido

Redação |

Futura Press
Pai de Eloá
Pai de Eloá passou mal no 1º dia do sequestro
Everaldo afirmou que fazia a segurança de Ricardo Lessa, irmão do ex-governador Ronaldo Lessa (PDT), que foi assassinado pela "gangue de farda", da qual Everaldo é acusado de pertencer.

O pai de Eloá é conhecido em São Paulo como Aldo José da Silva. Everaldo afirmou que sabia que havia sido identificado em Maceió já no segundo dia de seqüestro da filha. Na segunda, ele teria ficado sabendo que as informações sobre seu passado vazaram para a polícia de São Paulo e, por isso, ele fugiu. Na semana passada, Everaldo, um irmão de Eloá e um parente da família procuraram o advogado Ademar Gomes, que faz sua defesa. 

O crime ocorreu em 1991, no bairro de Bebedouro, em Maceió. Além do delegado, foi morto também seu motorista Antenor Carlota. O pai da menina estava se apresentando como Aldo José da Silva. A família de Eloá não comentou o assunto.

A Polícia Civil de São Paulo já teria recebido os mandados de prisão expedidos pela Justiça de Alogoas, no entanto, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) ainda não tem informações sobre o caso.

Everaldo Pereira residia em Maceió, mais precisamente na Rua São Félix, no bairro do Vergel do Lago, quando deixou a capital alagoana com a família e seguiram para o ABC paulista. 

Despedida

O corpo da estudante Eloá foi enterrado , por volta das 9h30 desta terça-feira, no Cemitério de Santo André, localizado na Grande São Paulo, acompanhado por uma multidão.

Segundo informações da Guarda Civil Metropolitana, pelo menos 12 mil pessoas acompanharam o enterro. Emocionada, a multidão aplaudiu muito a chegada do caixão, mas se manteve em silêncio durante a cerimônia. Alguns vestiam camiseta com o rosto da jovem estampado. O pai da adolescente não participou da cerimônia, pois, segundo amigos, não se sentiu bem e precisou ser levado para o hospital. Ana Cristina, mãe de Eloá, ficou a cerimônia toda ao lado dos filhos.

Durante o velório, Ana Cristina fez um rápido pronunciamento à imprensa. Ela disse que perdoa Lindemberg Alves, que está detido na Penitenciária de Tremembé, interior de São Paulo. " Eu perdôo Lindemberg , mas espero que a justiça seja feita", afirmou.

AE
Multidão acompanha velório e enterro de Eloá Pimentel em Santo André
Multidão acompanha velório e enterro de Eloá Pimentel em Santo André

(*com informações da Agência Estado)

Leia também:

Leia mais sobre: morte de Eloá

    Leia tudo sobre: eloá

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG