Choque de Ordem com demolição de prédio - Brasil - iG" /

Paes abre Choque de Ordem com demolição de prédio

Um edifício de quatro andares com 34 unidades - entre lojas comerciais e de moradia - demolido, mais de 40 toneladas de materiais irregulares apreendidas, 13 adolescentes e dois adultos acolhidos foram alguns dos resultados da operação de combate à desordem urbana, que começou hoje em dez bairros do Rio de Janeiro. A iniciativa da Prefeitura do Rio, apelidada de Choque de Ordem, contou com o apoio do governo estadual, que cedeu policiais para apoiar os 1.

Agência Estado |

500 agentes municipais. "É uma operação para quatro anos. É uma postura de governo. No início tem que ter um choque de cultura maior para as pessoas entenderem que é bom para a cidade que as regras sejam cumpridas", disse o prefeito do Rio, Eduardo Paes.

A ação de maior impacto foi a demolição do prédio irregular na orla do Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste. O edifício pertencia ao 3º suplente de deputado federal do PSC, Marco Aurélio França Moreira, de 40 anos. Suspeito de chefiar a milícia da Favela Gardênia Azul, em Jacarepaguá (zona oeste), ele foi preso no ano passado por furto de energia elétrica e responde a processos por tentativa de homicídio e formação de quadrilha.

"Foi uma arbitrariedade. Coloquei cartaz da campanha do prefeito no prédio, conseguimos votos e agora ele faz isso", disse Moreira, que viu a demolição de um flat de luxo na frente do prédio irregular. No edifício, ele tinha uma padaria, cobertura com piscina e alugava 18 apartamentos e 14 lojas comerciais. Uma igreja evangélica também funcionava no local. De acordo com a prefeitura, Moreira vinha sendo notificado havia três anos.

Em menos de seis horas o prédio foi demolido. A remoção dos escombros deve durar dez dias. Há um ano ouvíamos o burburinho que o prédio era irregular, mas ele não nos comunicou nada e fomos surpreendidos hoje", disse a dona de uma lanchonete no prédio demolido.

Na Barra da Tijuca, bairro vizinho ao Recreio, 46 vans foram vistoriadas e 33 kombis fiscalizadas. Seis veículos foram multados. Os fiscais apreenderam mercadorias diversas em oito estabelecimentos comerciais. Em Ipanema, no acesso ao Morro do Pavãozinho, a Guarda Municipal apreendeu 300 cadeiras de praia, 70 guarda-sóis, seis caixas de isopor, oito bicicletas e 23 carrinhos de mão. No mesmo bairro, quatro carros foram rebocados e 11 multados. Em Copacabana, nove lojas foram notificadas por irregularidades e dois carros rebocados. Na Tijuca (zona norte), cinco carros foram multados e outros cinco rebocados.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG