Padre é indiciado sob acusação de abuso em São Paulo

SÃO PAULO - Um padre de 67 anos foi indiciado pela polícia, na tarde desta segunda-feira, por atentado violento ao pudor. Ele é acusado de assediar sexualmente uma menina de 4 anos que frequentava a creche administrada por sua paróquia, na Vila Izolina, na zona norte de São Paulo.

Agência Estado |

À imprensa, o sacerdote negou a acusação. O delegado assistente do 39º DP (Vila Gustavo), William Wong Alves, contou que pais de outras duas crianças, uma menina de 6 anos e um menino de 4 anos, foram na segunda-feira de manhã até à delegacia dizendo que os filhos teriam sido molestados sexualmente pelo religioso.

O delegado indiciou o padre, mas não pediu sua prisão preventiva. Ele não tem antecedentes e possui residência fixa, explicou. O delegado disse que o acusado teve duas chances para se defender, mas preferiu se manter em silêncio. O padre se mostrou uma pessoa fria, acrescentou.

No início da noite, o padre deixou o 77º DP (Santa Cecília), onde ficou preso temporariamente por cinco dias. Na porta, ele falou rapidamente com a imprensa e negou qualquer tipo de envolvimento com as crianças da creche. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Leia mais sobre: padres

    Leia tudo sobre: atentadocriançacrimepadrepedofilia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG