Após retirada de agulhas, saúde de garoto evolui" / queria matá-lo - Brasil - iG" / Após retirada de agulhas, saúde de garoto evolui" /

Padrasto que espetou agulhas em menino confessa que queria matá-lo

Brasília - O homem que cravou dezenas de agulhas em seu enteado de dois anos de idade confessou que teve a ideia para se vingar da companheira, mãe do menino, com quem brigava com frequencia. Foi uma ideia muito louca, disse o agressor. Ainda segundo o homem, o ritual se repetia de duas a três vezes na semana e a intenção era matá-lo, confessa. http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/12/20/saude+de+garoto+evolui+2+dias+apos+retirada+de+agulhas+9251242.htmlApós retirada de agulhas, saúde de garoto evolui

iG São Paulo |

AE
Radiografia mostra as agulhas
Antes de espetar as agulhas no corpo do garoto, ele dava vinho à criança e a deixava dopada.

"Servia um pouco de vinho bem forte, misturava com um pouco de água e dava para o menino, que o bebia e desmaiava. Logo depois eu colocava as agulhas nele", declarou Roberto Carlos Magalhães Lopes, em entrevista ao Fantástico.

O caso comoveu o Brasil inteiro e, por medidas de segurança e com medo de represálias ao agressor, a polícia transferiu Roberto Carlos da delegacia em que estava detido, em Ibotirama, na Bahia, para um local mais seguro e não divulgado pelas autoridades que cuidam do caso.

Com informações da Efe

Leia mais sobre crime na Bahia

    Leia tudo sobre: agulhascriançacriançascrime

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG