Padilha diz que Lula dormiu pouco, mas acordou bem

O ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, disse hoje que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva acordou animado no Real Hospital Português, em Recife (PE), onde foi internado na noite de ontem. Da janela do quarto, no 13º andar do hospital, o presidente, segundo Padilha, comentava com entusiasmo o crescimento da capital de Pernambuco e o que ainda tinha que ser feito na cidade.

Agência Estado |

Lula, segundo relato de Padilha, levantou por volta das 5h30 e acordou os ministros que o acompanharam ao hospital para conversar: Dilma Rousseff (Casa Civil), Franklin Martins (Comunicação Social) e o próprio Padilha. "O presidente passou a noite bem, demorou para dormir, mas hoje cedo estava muito animado", resumiu Padilha, ao chegar à casa da ministra Dilma Rousseff, para um encontro político com o PDT.

A preocupação do presidente, segundo o ministro, era com o discurso que faria no Forum Econômico Mundial. Ele determinou que cópia do texto fosse encaminhada ao presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, que irá representá-lo no evento, a título de sugestão.

Padilha atribuiu o mal estar do presidente a 3 dias de agenda intensa de viagens. Ele lembrou que no início da semana, o presidente chegou a Brasília depois da 1 hora da manhã e recomeçou a agenda cedo. Segundo Padilha, o presidente nem comeu ontem no jantar oferecido pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos. E que o médico da Presidência, Cleber Ferreira, decidiu que Lula não deveria viajar para a Suíça, por causa da longa viagem (12 horas de ida e volta) e mais o percurso de Zurique a Davos.

Padilha não soube informar se diante dessa situação a agenda do presidente poderá ser alterada. "O presidente tem uma saúde boa e cuida dela melhor do que qualquer um de nós. O presidente caminha, faz exercícios diários e o mal estar foi fruto de uma semana cansativa", afirmou Padilha.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG