Padilha: Dilma não teve atitude provocativa em viagens

O ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, considerou positiva a performance da pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, nas primeiras semanas de pré-campanha pelo País. Após encontro com líderes aliados na Câmara nesta tarde, Padilha disse que a candidata não teve atitude provocativa nas viagens que fez a Minas Gerais e ao Ceará.

Agência Estado |

"Não cabe a nós provocar ninguém. Esse é um momento de apresentação dela", disse Padilha. Ele discordou da avaliação de que a ida de Dilma a Fortaleza (CE) foi um afronta ao também presidenciável Ciro Gomes, do PSB, que fez carreira política no Ceará. Padilha observou que a ex-ministra esteve em Fortaleza para receber um título de cidadã da Câmara Municipal.

Ele avaliou que Dilma deve manter a estratégia de continuar viajando para divulgar a candidatura, mesmo que as divergências entre aliados nos Estados, que disputam o governo, esteja acirrada. "Ninguém vai segurar a (ex-) ministra. Ela vai continuar andando, viajando pelo País. Não vai ficar parada em Brasília porque ainda não definiram os palanques regionais", disse.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG