Padilha desafia oposição a discutir ética em campanha

O ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, desafiou o PSDB e o DEM a discutirem ética durante a campanha eleitoral deste ano. Nós temos o que mostrar sobre a aliança PSDB e DEM.

Agência Estado |

O PSDB e o DEM não tem moral para falar sobre tema ético do governo do presidente Lula", desabafou o ministro Padilha, numa referência ao discurso de despedida de José Serra do governo de São Paulo, na semana passada. Principal adversário da pré-candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff, o tucano afirmou que em seu governo nunca houve o "silêncio da cumplicidade ou conivência com o malfeito".

"Eu acho que se os tucanos quiserem trazer o debate para o debate ético, é ótimo. Nós queremos entrar e enfrentar este debate sobre a ética. Nós temos o que mostrar, o que o nosso governo fez no combate à corrupção, nos aspectos da Controladoria Geral da União, da Policia Federal, e o que foi feito pelos governos anteriores", declarou o ministro.

Questionado se o governo não teme as lembranças sobre as acusações do Mensalão e dos aloprados, Alexandre Padilha afirmou: "muito pelo contrário". E emendou: "se os tucanos vierem de novo querer fazer o debate sobre ética, nós vamos enfrentar o debate ético sem problema nenhum".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG