Professores invadem sede de secretaria de Planejamento do Pará

Em greve há aproximadamente 50 dias, docentes querem negociar aumento salarial com governador Simão Jatene (PSDB)

Wilson Lima, iG Maranhão |

Aproximadamente 200 professores da rede pública estadual de ensino do Pará invadiram na manhã desta quarta-feira a sede da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Finanças do Estado (Sepof). Eles querem pressionar o governo do Estado a reabrir as negociações para por o fim da greve. Os docentes do Pará estão em greve a 51 dias e querem a implementação do piso de R$ 1.187.

Leia também: Greve dos professores do Ceará se concentra em Fortaleza

A invasão começou por volta das 9h. Neste momento, segundo a direção do Sintepp (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará) todos os funcionários do órgão foram embora. Os docentes prometem ficar no prédio até a chegada de um representante do governo do Estado que possa negociar com a categoria.

Os professores decidiram invadir o local depois que foram avisados que não seriam recebidos pelo CIG (Centro Integrado de Governo). Inicialmente, mil professores participaram do início da manifestação contra o governo, mas até agora 200 estão no prédio. A reunião de hoje, conforme os docentes, era a quinta tentativa de conciliação entre governo e professores.

Leia mais notícia sobre o Pará

Desde o início do mês, a greve dos professores do Pará foi decretada ilegal pela Justiça. Na semana passada, a Secretaria Estadual de Educação do Pará (Seduc) iniciou levantamento sobre a frequência dos professores. A Seduc informou que pretende abrir procedimento administrativo contra os docentes que não voltarem à sala de aula. O Ministério Público Estadual do Pará também pediu abertura de inquérito policial contra a presidente do Sintepp, Conceição Holanda, por crime de desobediência à ordem judicial.

Os docentes afirmam que o vencimento base da categoria é de R$1.121. O governo do Estado afirmou que já paga a diferença e que ela será prorrogada até o final do ano.

    Leia tudo sobre: greve de professorespará

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG