Polícia investiga morte de gêmeos após falta de atendimento em Belém

Mulher tentou vaga em dois hospitais da capital do Pará e não conseguiu leito. Parto foi realizado em ambulância dos bombeiros

AE |

selo

A Polícia Civil investiga se houve omissão de socorro no caso de dois bebês que morreram na madrugada desta terça-feira, em Belém. A mãe deles, uma mulher de 27 anos que estava no sétimo mês de gestação, sentiu fortes dores na barriga e foi até a unidade acompanhada do marido, por volta das 4 horas. Ao chegarem no local, eles foram informados na portaria da falta de leitos. 

Em seguida, o casal se dirigiu até o Hospital de Clínicas, onde receberam a mesma resposta. O pai das crianças acionou o Corpo de Bombeiros, que foi para o local socorrer a mulher. Ela foi encaminhada novamente para a Santa Casa, mas a ambulância não teve autorização para entrar na unidade e o parto de um dos bebês foi feito dentro do veículo. A primeira criança já nasceu morta. 

Depois disso, a equipe médica da Santa Casa permitiu a entrada da paciente e realizou o segundo parto, mas o bebê também nasceu morto. A mulher continua internada. Os corpos dos bebês foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) para a realização de exames. A perícia apontará as causas das mortes. 

A médica que teria negado o atendimento foi conduzida para a Delegacia Seccional do Comércio para prestar esclarecimentos. Também já foram ouvidos o bombeiro que socorreu a grávida e o pai das crianças. Outras testemunhas serão chamadas para depor durante essa semana.

    Leia tudo sobre: grávidabelémhospital

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG