Morre sétima vítima de chacina no Pará

Mulher de 18 anos ficou dois dias em coma induzido, mas não resistiu aos ferimentos

Wilson Lima, iG Maranhão |

Reprodução/Google Maps
Santa Isabel do Pará fica na região metropolitana de Belém, a 36 quilômetros da capital
Após dois dias internada, morreu a sétima vítima da chacina na cidade de Santa Isabel do Pará, distante 36 quilômetros de Belém. Nildene Cristina Moraes, de 18 anos, estava na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Metropolitano em coma induzido desde sábado, mas, na madrugada desta segunda-feira, ela não resistiu e morreu.

Leia também: Seis jovens são mortos em chacina no Pará

A chacina é considerada uma das maiores da história na região metropolitana de Belém. Até o momento, a Polícia Civil do Pará não tem informações sobre possíveis suspeitos de terem executado as sete pessoas de uma mesma família. Entre as vítimas, estão cinco adultos e dois adolescentes.

Pelas informações da Polícia Civil, cinco homens encapuzados entraram na residência das vítimas e as executaram com tiros na cabeça. As armas utilizadas no crime provavelmente foram escopetas calibre 12. O crime aconteceu por volta das 4h30 de sábado.

Durante as investigações, chegou-se a especular que um policial militar estivesse envolvido no caso, mas essa hipótese já foi descartada pela polícia paraense. Também suspeita-se que a chacina, com características de crime de encomenda, tenha sido uma forma de vingança pelo envolvimento de três vítimas em um assassinato ocorrido na cidade de Ananindeua, a 18 quilômetros de Belém.

    Leia tudo sobre: santa isabel do paráparábelémchacina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG