Delegacia e batalhão da polícia são depredados e saqueados no Pará

Morador de São Sebastião da Boa Vista foi baleado por um policial e morreu, desencadeando uma onda de ataques na cidade

Wilson Lima, iG Maranhão |

A polícia prendeu 14 pessoas entre a noite de domingo e a madrugada desta segunda-feira suspeitas de participação no incêndio do 9° Batalhão da Polícia Militar de São Sebastião da Boa Vista e na depredação e saque à delegacia da cidade, localizada no Arquipélago de Marajó, distante 110 km de Belém.

Divulgação
São Sebastião da Boa Vista está localizada no Arquipélago de Marajó e distante 110 km de Belém
Os problemas começaram por volta das 22h de sábado. Um morador de São Sebastião da Boa Vista foi atingido por um tiro durante uma abordagem policial feita por um cabo da Polícia Militar chamado Antônio Marcos Ferreira da Silva, o cabo Ferreira. O morador, cuja identidade não foi revelada, morreu. A polícia diz que o tiro foi um acidente.

Durante o velório, moradores revoltados seguiram para o posto da Polícia Militar, depredaram o prédio e atearam fogo ao local. Duas motos também foram queimadas. Depois, os populares seguiram para a delegacia de Polícia Civil, saquearam móveis, computadores e destruíram partes do prédio. Na confusão, 16 detentos foram libertados pelos manifestantes e dois policiais militares, feridos.

Das 14 pessoas já detidas, sete foram autuadas pelos crimes de dano ao patrimônio público e roubo. Entre os já autuados estão dois adolescentes. Outras sete pessoas ainda aguardam decisão da Polícia Civil do Pará, que ainda não decidiu em que crime elas serão enquadradas.

A segurança em Sã Sebastião da Boa Vista foi reforçada com três equipes do Grupo de Pronto Emprego da Polícia Civil e um pelotão do Batalhão de Polícia de Choque da PM. São aproximadamente 70 policiais na cidade - que continua sem delegacia ou posto da polícia civil. Alguns detentos que estavam em São Sebastião da Boa Vista foram levados para a cidade de Breves, distante 605 quilômetros de Belém.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG