Governo federal promete acompanhar apuração sobre matança no Pará

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Nove pessoas foram assassinadas em diferentes bairros de Belém após um policial ter sido morto na capital do Estado

Agência Brasil

A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República incumbiu o ouvidor nacional dos Direitos Humanos, Bruno Renato Teixeira, de acompanhar as investigações das mortes de dez pessoas ocorridas entre a noite de terça-feira (4) e a madrugada desta quarta (5) em Belém, capital paraense.

Leia mais:
Polícia investiga conexão entre morte de PM e de nove pessoas no Pará

Em nota, a secretaria informa estar em contato com as autoridades do Estado e do Ministério da Justiça para obter informações sobre a aputração do caso. As mortes são investigadas pela Divisão de Homicídios da Polícia Civil.

Na noite de terça, o cabo da Polícia Militar Antônio Figueiredo, que não estava em serviço, foi morto a tiros no bairro Guamá. Pouco depois, nove pessoas foram assassinadas em bairros diferentes de Belém, depois de serem abordadas em vias públicas por pessoas em motos.

Só após os trabalhos de investigação e da perícia criminal a polícia poderá dizer se existe vínculo entre os homicídios e a morte do policial. A Corregedoria-Geral da PM investigará o possível envolvimento de agentes da lei nas mortes.

Leia tudo sobre: matança no pará

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas