STF autoriza retomada das obras da Usina de Belo Monte

Obras estavam paradas há mais de dez dias. Liminar não impede que decisão seja revista após análise mais detalhada

Agência Brasil |

Agência Brasil

O ministro Carlos Ayres Britto, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), deu liminar na noite desta segunda-feira (27) autorizando a retomada das obras na Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. Na liminar, o ministro suspende os efeitos de decisão da Quinta Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), que mandou interromper as obras no dia 14 de agosto.

Leia também:  Altamira cresce quase 50% em um ano, mas não amplia hospital, diz ação

A decisão de Britto aparece no andamento da reclamação protocolada pela Advocacia-Geral da União (AGU) na última sexta-feira (24). O presidente do STF informa que a liminar favorável ao governo não impede que a decisão seja revista após uma análise mais detalhada do caso, etapa que cumprirá a partir de agora.

Fotos:  Veja o impacto das obras de Belo Monte

Na mesma decisão, o Britto pede mais informações ao TRF1 e depois determina o encaminhamento dos autos à Procuradoria-Geral da República (PGR). Mais cedo, a PGR deu parecer pedindo a manutenção na suspensão das obras.

    Leia tudo sobre: belo montestfhidrelétrica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG