Ovelhas aparam grama de parques de Curitiba e se tornam atração turística

CURITIBA ¿ Não se espante se um dia você for à Curitiba a passeio e se deparar com um rebanho de ovelhas aparando a grama dos parques municipais da capital paranaense. Essa foi uma solução encontrada pela secretaria municipal de Meio Ambiente para conservar os espaços públicos e que acabou virando uma atração turística.

Redação |

De acordo com a secretaria, o primeiro parque a contar com as ovelhas foi o São Lourenço, no final da década de 80. Atualmente, além desse, também é possível encontrar os animais da raça Suffolk nas paisagens dos parques Náutico e Barigui, sendo este último o que possui o maior número de ovelhas.

Luiz Costa/SMCS

Ovelhas aparam a grama do parque Barigui, em Curitiba

Segundo a secretaria municipal de Meio Ambiente, 35 filhotes nasceram no parque Barigui nas últimas três semanas. Cada animal foi marcado com um brinco com número de identificação para controle e acompanhamento. Os nascimentos foram programados para acontecer no mesmo período, facilitando o manejo dos filhotes e evitando perdas.

Como tem muitas mães, é mais fácil uma fêmea adotar os filhotes rejeitados de outra mãe, diz a veterinária Ana Silvia Passerino.

Luiz Costa/SMCS

Reprodução das ovelhas foi programada para facilitar manejo

A função das ovelhas de manter a grama dos parques aparadas, com o tempo se tornou uma atração turística à parte, principalmente para as crianças, que se encantam com os animais pastando no gramado dos parques.

As ovelhas são muito bem cuidadas, e para as crianças é ótimo, pois elas têm a chance de conviver com animais que são vistos em áreas rurais, avalia Eduardo Novakosk, pai da pequena Eduarda, que visita frequentemente o parque Barigui.

Luiz Costa/SMCS

As ovelhas são soltas nos parques duas vezes por dia

Cada parque conta com pastores que acompanham as ovelhas diariamente. Elas são soltas duas vezes por dia. Das 7h às 11h30, e das 13h às 17h. Depois ficam recolhidas nos apriscos (abrigos de ovelhas). Além da grama, os animais recebem suplementação alimentar e vacinas.

Apesar de todo reforço alimentar, as ovelhas gostam mesmo é de grama, fala Antônio Freitas, um dos pastores mais antigos dos parques da cidade.

Leia mais sobre: Curitiba

    Leia tudo sobre: curitiba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG