Ouvidora-geral da Petrobras morre após acidente no Rio

Morreu hoje no Rio de Janeiro a ouvidora-geral da Petrobras, Maria Augusta Carneiro Ribeiro. Segundo a estatal, ela estava internada desde o último dia 25, quando sofreu um acidente de carro em Búzios.

Agência Estado |

Em nota, a Petrobras lamentou o falecimento de Maria Augusta e informou que sua trajetória foi marcada pela luta em prol dos direitos humanos e pela redemocratização do País.

Ouvidora-geral e coordenadora da Comissão de Diversidade da Petrobras, Guta, como preferia ser chamada, continuou lutando por um Brasil melhor e imprimiu sua marca na companhia, afirma o texto. Ainda segundo a empresa, Maria Augusta transformou a Ouvidoria Geral da Petrobras em uma importante ferramenta para a garantia da transparência, valorização dos princípios éticos e respeito aos Direitos Humanos e ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG