BRASÍLIA - O http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/10/26/conselho+decide+fechar+fundacao+sarney+8937986.htmlfechamento da Fundação José Sarney é avaliada por setores da oposição como um reflexo das denúncias levantadas contra a instituição criada pelo presidente do Senado Federal, José Sarney (PMDB-AP). Para o vice-líder do PSDB na Casa, senador Álvaro Dias (PR), outras consequências podem surgir das investigações comandadas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público.

Isso é uma resposta às denúncias e não deixa de ser uma punição, apontou o tucano, reforçando a necessidade de aguardar a conclusão das investigações pelos órgãos competentes.

Em julho deste ano, o Ministério Público no Maranhão iniciou investigação sobre denúncias de que a fundação criada para gerenciar acervo de documentos da época em que Sarney foi presidente da República teria desviado para empresas fantasmas e da família de Sarney cerca de R$ 500 mil destinados, por meio de patrocínio da Petrobras, a projeto cultural da fundação.

Nesta segunda-feira, a assessoria de Sarney confirmou que o conselho curador, de que Sarney faz parte, decidiu fechar a entidade diante de dificuldades de captar recursos. Colaboradores anteriores estariam deixando a fundação diante da repercussão das denúncias.

O Senado tentou investigar as denúncias no âmbito da CPI da Petrobras, mas o requerimento apresentado pela oposição foi rejeitado diante de resistência da base aliada ao governo. Há investigação no Ministério Público e na Polícia Federal que não se esgota com o fechamento da fundação. Devemos aguardar a finalização das investigações do Ministério Público sem fazer pré-julgamentos, afirmou Dias.

Leia mais sobre: Sarney

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.