LOS ANGELES - O longa-metragem britânico Quem Quer Ser um Milionário?, que passou de azarão, quando foi lançado, a favorito em todos os festivais dos quais participou, foi neste domingo o grande vencedor da 81ª edição do Oscar, com oito estatuetas, entre elas a de melhor filme e melhor diretor.


A produção havia recebido dez indicações, e acabou ganhando como melhor filme, diretor, fotografia, edição, trilha sonora original, canção original, mixagem de som e roteiro adaptado.

O sucesso do longa deixou em segundo plano o filme que, com 13 candidaturas, era o que mais indicações tinha recebido nesta edição, "O Curioso Caso de Benjamin Button".

A produção americana que conta a história de um homem que nasce velho e vai rejuvenescendo ganhou apenas três prêmios técnicos - direção de arte, maquiagem e efeitos especiais.

"Milk - A Voz da Igualdade", a dramática biografia política de Harvey Milk em sua luta pelos direitos dos homossexuais, conquistou as estatuetas de melhor roteiro original e ator, com Sean Penn.

O astro recebeu seu segundo Oscar, após conquistar a estatueta de melhor ator por "Sobre Meninos e Lobos" (2003).

"Batman - O Cavaleiro das Trevas", o filme de maior bilheteria do ano, também recebeu dois prêmios - nas categorias ator coadjuvante e edição de som.

Muito emocionada, Kate Winslet ganhou o Oscar de melhor atriz pelo papel em "O Leitor", o primeiro de sua carreira, após ter sido seis vezes indicada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood.

Reuters

Kate Winslet recebe estatueta de melhor atriz por "O Leitor"


Ela derrotou a veterana Meryl Streep ("Dúvida"), indicada 15 vezes ao Oscar, mas que, até agora, só conquistou duas estatuetas - melhor atriz coadjuvante por "Kramer vs. Kramer", em 1980, e a melhor atriz por "A Escolha de Sofia", em 1983.

O casal Brad Pitt e Angelina Jolie, ambos candidatos a um Oscar como melhor ator e melhor atriz protagonista por "O Curioso Caso de Benjamin Button" e "A Troca", respectivamente, deixaram a festa de mãos vazias.

Penélope Cruz recebeu o primeiro Oscar da noite na categoria de melhor atriz coadjuvante pelo filme "Vicky Cristina Barcelona" e se tornou a primeira espanhola a conseguir o máximo reconhecimento da indústria do cinema americano.

Um dos momentos mais emocionantes da cerimônia foi quando o australiano Heath Ledger, morto em janeiro de 2008, recebeu o Oscar de melhor ator coadjuvante por sua interpretação do Coringa em "Batman - O Cavaleiro das Trevas".

Os pais e a irmã do intérprete subiram ao palco para recolher a estatueta em nome da filha de Ledger, Matilda, de três anos e herdeira do prêmio quando atingir a maioridade, segundo as regras da Academia.

Como esperado, "Wall-E" recebeu o prêmio de melhor animação; "A Duquesa" conquistou a estatueta de melhor figurino, enquanto o japonês "Departures" venceu como filme em língua estrangeira e "O Equilibrista" ganhou como melhor documentário.

AP
Hugh Jackman e Beyoncè
A cerimônia da 81ª edição do Oscar teve mudanças, como anunciado pela Academia, mas o frescor trazido pelo apresentador Hugh Jackman foi se apagando ao longo da premiação.

O ator australiano, como se fosse um musical da Broadway, demonstrou seus dotes de cantor e dançarino enquanto narrava, de forma cômica, o argumento das fitas candidatas ao Oscar a melhor filme, um espetáculo para o qual contou com a cumplicidade da jovem atriz Anne Hathaway.

Ao longo do programa, o palco do teatro Kodak foi mudando de aspecto para a apresentação de cada um dos prêmios, mas o grande destaque foi a cortina com cerca de 100 mil cristais Swarovski que dominou a cena no começo - e que apresentou uma pequena falha, logo corrigida.

Uma das remodelações da cerimônia foi o fato de os prêmios de melhor atuação terem sido entregues por ganhadores do Oscar nessas mesmas categorias.

Desta forma, sobre o palco passaram, entre outros, Sophia Loren, Nicole Kidman, Anjelica Houston, Robert De Niro, Anthony Hopkins e Michael Douglas.

Veja abaixo a lista completa de vencedores do Oscar 2009:

Melhor Filme
"Quem Quer Ser Um Milionário?"

Melhor direção
"Quem Quer Ser Um Milionário?", Danny Boyle

Melhor ator

Sean Penn, "Milk - A Voz da Igualdade"

Melhor atriz
Kate Winslet, "O Leitor"

Melhor ator coadjuvante

Heath Ledger, "Batman - O Cavaleiro das Trevas"

Melhor atriz coadjuvante
Penélope Cruz, "Vicky Cristina Barcelona"

Melhor Filme de Animação

"Wall-E"

Melhor roteiro original

"Milk - A Voz da Igualdade", Dustin Lance Black

Melhor roteiro adaptado

"Quem Quer Ser Um Milionário?", Simon Beaufoy

Melhor filme estrangeiro
"Partidas" (Japão)

Melhor direção de arte

"O Curioso Caso de Benjamin Button", Donald Graham Burt, Victor J. Zolfo

Melhor fotografia

"Quem Quer Ser um Milionário?", Anthony Dod Mantle

Melhor figurino
"A Duquesa", Michael OConnor

Melhor documentário em longa-metragem
"O Equilibrista", James Marsh, Simon Chinn

Melhor documentário em curta-metragem

"Smile Pinki", Megan Mylan

Melhor montagem

"Quem Quer Ser Um Milionário?", Chris Dickens

Melhor maquiagem
"O Curioso Caso de Benjamin Button" 

Melhor trilha sonora original

"Quem Quer Ser um Milionário?", A.R. Rahman

Melhor canção
"Quem Quer Ser Um Milionário?", com "Jai Ho"

Melhor curta-metragem de animação

"La Maison de Petits Cubes", Kunio Kato

Melhor curta-metragem

"Spielzeugland", Jochen Alexander Freydank

Melhor edição de som
"Batman - O Cavaleiro das Trevas", Richard King

Melhor mixagem de som
"Quem Quer Ser um Milionário?"

Melhores efeitos visuais

"O Curioso Caso de Benjamim Button"


Leia também:

Leia mais sobre: Oscar

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.