Osasco derruba 50 barracos interditados após temporal

SÃO PAULO - A prefeitura de Osasco, na Grande São Paulo, iniciou na manhã desta quinta-feira os trabalhos de demolição dos 50 barracos que foram interditados no Morro do Socó, após o deslizamento de terra que deixou quatro mortos durante as fortes chuvas de terça-feira.

Redação com Agência Estado |

De acordo com a prefeitura, 20 das 50 famílias que moravam na área considerada de risco foram encaminhadas a abrigos. As outras 30 preferiram ir para casa de parentes.

AE
Everton dos Santos se despede da irmã durante o funeral de Rosemeire 

Os corpos dos três meninos, de dois, quatro e oito anos, e da mãe deles, Rosemeire dos Santos, de 24 anos, que morreram após o barraco em que moravam, no Morro do Socó, ter sido atingido por um deslizamento de terra na última terça-feira, foram enterrados nesta quinta-feira em Osasco.

O sepultamento ocorreu nesta manhã no no Cemitério Municipal Jardim Santo Antonio.

Vítimas

O número de vítimas das chuvas que atingiram a capital e a Grande São Paulo chegou a sete. Nesta quarta-feira, um jovem de 27 anos morreu afogado após tentar atravessar de bicicleta uma avenida alagada em Guarulhos. Na zona leste de São Paulo, um deslizamento provocou a morte de dois meninos.

Família perde filhos em deslizamento

Leia também

Leia mais sobre: deslizamentos

    Leia tudo sobre: chuvachuvasdeslizamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG