Os atletas olímpicos e seus apelidos de animais, super-heróis e realezas

Muitos dos atletas que participam nos Jogos de Pequim têm em comum, além de suas habilidades, o fato de serem conhecidos por apelidos que reproduzem nomes de animais, super-heróis, realezas ou simplesmente são diminutivos, como acontece com o Pulga Lionel Messi, o Superman Félix Sánchez, a czarina russa Yelena Isinbayeva ou o espanhol Rafa Nadal.

AFP |

No futebol, inventar apelidos é um costume muito antigo, que vem dos próprios jogadores, da família ou dos amigos, embora os jornalistas também contribuam para a brincadeira, destacando determinadas características físicas ou gestuais, como poderia ser o "Topo Gigio" Riquelme, pela maneira como o argentino comemora seus gols.

O companheiro dele, Sergio 'Kun' Agüero, recebeu este novo nome por causa dos desenhos japoneses que assistia quando era pequeno, cujo personagem principal se chamava Kum-Kum "e era parecido comigo", contou o atacante do Atlético de Madri.

Entre as mulheres, a atacante brasileira Marta, duas vezes melhor jogadora do mundo, é chamada de "O rei" ou "Pelé de saias".

Lionel Messi tem dois apelidos: Leo, diminutivo de seu nome, e "pulga", porque é baixinho desde pequeno.

O panamenho Irving Saladino, favorito ao ouro no salto triplo, é chamado em seu país de "canguru dos trópicos", nada mais nada menos por sua marca história de 8,73m.

O dominicano Félix Sánchez adora seu apelido de Superman, tatuagem que tem gravada em sua pele com o escudo do famoso super-herói. Da mesma forma, o nadador brasileiro Thiago Pereira é chamado pela imprensa de "Super Thiago".

O apelido nasceu no Pan-Americanos-2007: os torcedores se vestiram de Superman com um T no lugar do S do escudo do super-herói e, no Parque Aquático Maria Lenk do Rio, chegou a ser chamado de "Mark Spitz" da América do Sul pela imprensa latina.

Além deles, há um personagem da realeza, o tenista argentino "Rei David" Nalbandián. No mesmo esporte, o número um mundial, Roger 'Fedexpress' Federer, recebeu este apelido da relação entre a parte inicial de seu nome e a velocidade com que corre nas quadras atrás da vitória.

Yao Ming, o pivô de 2,26m, é mais parecido com a Muralha da China e não poderia ter outro apelido, assim como o "arranha-céu Pinareño" Pedro Lazo, uma instituição gigante do beisebol cubano e especialmente de sua equipe Pinar del Río.

gv/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG