Órgão inicia análise em ponte que desabou em Agudo

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) no Rio Grande do Sul deu início a uma análise técnica para descobrir a causa da queda da ponte sobre o Rio Jacuí, em Agudo, na RSC-287. Na manhã de ontem, a ponte foi arrastada pela correnteza do rio quando dezenas de pessoas estavam sobre a estrutura.

Agência Estado |

As equipes procuram cinco pessoas, mas, de acordo com os bombeiros, o número de desaparecidos pode ser maior.

Segundo o governo gaúcho, o projeto da ponte é de 1959 e a construção foi concluída em 1963. Pelo projeto, a ponte era de concreto, com 314 metros de extensão. Ela é composta por seis pilares intermediários e dois encontros de concreto fechados nas extremidades. Os cinco vãos centrais possuem 42 metros e os dois vãos extremos, 36 metros.

O Daer informa que os motoristas que precisam utilizar a RSC-287 têm como alternativas de tráfego na região as rodovias BR-392, BR-153 e BR-290.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG