Os partidos de oposição DEM, PSDB e PPS vão reforçar sua equipe de advogados para conter o que eles chamam de ¿crime eleitoral¿ por parte da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à Presidência da República. O novo líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias, disse ao iG que o partido vai se reunir com as demais legendas na quinta-feira (11) para discutir o nome do advogado que coordenará futuras representações contra a petista no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Vamos trazer um profissional renomado do direito para coordenar a equipe de advogados que vai cuidar destas ações. Queremos inibir a afronta à legislação que tem sido reiterada e procurar a punição, disse.

Pela  lei eleitoral , a propaganda só é permitida a partir do dia 5 de julho. PSDB, DEM e PPS já entraram com quatro representações contra Lula e Dilma por campanha eleitoral antecipada, sendo que duas já foram arquivadas.

A avaliação da oposição é de que o reforço do advogado vai garantir resultados no TSE e os pedidos apresentados pelas legendas não morram na praia.

Na mais recente, os  oposicionistas questionam a viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para Teófilo Otoni para a inauguração o campus avançada da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri. No evento, o presidente garantiu que faria o seu sucessor.

Em janeiro, o TSE rejeitou o  recurso que dizia que o presidente teria feito propaganda em favor da ministra durante a inauguração da sede do Sindpd-SP (Sindicato dos Trabalhadores e Empregados de Empresas de Processamento de Dados do Estado de São Paulo), quando brincou com os presentes ao dizer que esperava que adivinhassem o nome do seu sucessor. 

A oposição lembrou também que no discurso Lula fez referência ao futuro lançamento da segunda etapa do PAC (PAC 2). "E o fato é que, ao falar do PAC 2 e do alegado fôlego orçamentário do Estado, o representado (presidente Lula), de modo sorrateiro, provoca a plateia a adivinhar quem é a candidata preferida a sucedê-lo na Presidência da República", ressaltam os partidos.

O PAC  é um dos principais programas do governo e terá a sua segunda fase lançada no dia 26. dos Na prática, o PAC 2 será um pacote que vai amarrar projetos novos e velhos sob nova embalagem. Terá foco em grandes cidades, com o objetivo de atrair os votos das regiões metropolitanas do Sul e do Sudeste, onde a oposição está na frente na disputa com a petista.

Leia mais sobre eleições 2010 .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.