Dilma será ouvida na quarta em comissão do Senado http://ultimosegundo.ig.com.br/bbc/2008/04/29/nos_eua_dilma_se_irrita_com_pergunta_sobre_dossie_1290842.html target=_blankNos EUA, Dilma se irrita com pergunta sobre dossiê" / Dilma será ouvida na quarta em comissão do Senado http://ultimosegundo.ig.com.br/bbc/2008/04/29/nos_eua_dilma_se_irrita_com_pergunta_sobre_dossie_1290842.html target=_blankNos EUA, Dilma se irrita com pergunta sobre dossiê" /

Oposição não vai aceitar tese de que Dilma foi traída no caso dossiê, diz senador

BRASÍLIA - O segundo vice-presidente do Senado, senador Álvaro Dias (PSDB-PR), declarou nesta segunda-feira, 5, que a oposição não aceitará uma possível tese de defesa do governo de que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, foi ¿traída¿ no caso do suposto dossiê sobre gastos da gestão de Fernando Henrique, produzido no Palácio do Planalto. http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/05/04/dilma_sera_ouvida_na_quarta_em_comissao_do_senado_1297380.html target=_blankDilma será ouvida na quarta em comissão do Senado http://ultimosegundo.ig.com.br/bbc/2008/04/29/nos_eua_dilma_se_irrita_com_pergunta_sobre_dossie_1290842.html target=_blankNos EUA, Dilma se irrita com pergunta sobre dossiê

Rodrigo Ledo ¿ Último Segundo/Santafé Idéias |

As afirmações de Álvaro Dias ocorrem na antevéspera do depoimento da ministra no Senado, na próxima quarta-feira, quando a oposição tentará constranger Dilma Rousseff por seu suposto envolvimento na elaboração do dossiê contra tucanos. Álvaro Dias descartou a tese de que a ministra teria sido traída por assessores, idéia que, segundo analistas, o governo teria elaborado para a ministra se defender no Senado.

É tranqüilo para o governo fazer vítimas dentro de seus próprios quadros. Eu prefiro aguardar a Polícia Federal, que, com independência, apresentará a conclusão que os peritos farão sobre o episódio, afirmou o senador tucano, para depois acrescentar que não duvida que a cúpula governamental sacrifique um alto assessor da ministra para tirá-la do foco da crise. Segundo rumores em Brasília, essa vítima poderia ser a secretária-executiva da Casa Civil, Erenice Guerra, braço direito de Dilma.

A corda sempre arrebenta do lado mais fraco, não é surpresa para mim esse fato. Erenice é responsável, fez o relatório [do suposto dossiê], mas obedeceu ordens, argumentou Álvaro Dias.

Leia mais sobre: Dilma - dossiê

    Leia tudo sobre: dilma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG