SÃO PAULO - Os partidos de oposição (PSDB, DEM e PPS) protocolaram hoje representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, por campanha eleitoral antecipada. Essa é quinta vez que a oposição busca a justiça eleitoral para acusar os integrantes do governo de fazer propaganda antes do prazo previsto pela lei.

No entanto, em nenhuma das oportunidades houve condenação.

Os três partidos avaliam que Lula e Dilma descumpriram as regras durante inaugurações no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, na última terça-feira.

Na ocasião, o presidente declarou que pretende inaugurar o máximo de obras possíveis até março porque a ministra será obrigada, pela justiça eleitoral, a se desencompatibilizar do cargo em abril.

Os oposicionistas alegam que Lula tenta promover Dilma ao utilizar eventos oficiais para fazer campanha antecipada com recursos públicos .

Enquanto aguardavam a chegada da comitiva presidencial, as pessoas que participaram da cerimônia tinham alimentos e bebidas à disposição.

(Fernando Taquari | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.