Oposição deve obstruir votação do Fundo Soberano

Em clima de disputa acirrada entre governo e oposição, será colocado em votação hoje, no plenário da Câmara dos Deputados, o projeto que cria o Fundo Soberano do Brasil (FSB). A oposição anunciou que usará todos os mecanismos regimentais para evitar a votação.

Agência Estado |

O líder do PSDB, deputado José Aníbal (SP), disse que os partidos oposicionistas (PSDB, DEM e PPS) tentarão convencer aliados do governo de que, por causa da crise financeira internacional, não é o momento para criar o Fundo Soberano, proposto pelo Ministério da Fazenda. Aníbal sugeriu que o governo use em investimentos na economia do País os recursos inicialmente destinados ao FSB, de R$ 14 bilhões.

O líder do PT, deputado Maurício Rands (PE), disse acreditar que o projeto será aprovado na sessão de hoje. "A oposição votará contra, e nós vamos exercer a maioria", anunciou. Segundo o líder, o embate de hoje no plenário não azedará o clima das conversas entre oposição e governo na busca de soluções para os efeitos da crise no País. Para Rands, a base governista tem consciência de que os partidos da oposição colocarão em prática "o kit-obstrução", na sessão de hoje do plenário, mas afirmou a base está unida para aprovar a proposta

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG