BRASÍLIA ¿ O grupo de 11 senadores que assinou o recurso contra o arquivamento das acusações do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), no Conselho de Ética, se reúne nesta terça-feira (25), no gabinete do líder do PSol no Senado, José Nery (PA), para definir qual estratégia usará para evitar que o assunto deixe de ser tratado na Casa Legislativa.


Agência Senado

Segundo o senador do Psol, as opções que serão colocadas à mesa incluem criar uma CPI ou ainda levar as denúncias contra Sarney ao Supremo Tribunal Federal.

A última derrota da oposição ocorreu na semana passada, quando a vice-presidente da Mesa Diretora, Serys Slhessarenko (PT/MT), despachou o pedido como "incabível", por não caber mais recurso ao plenário em relação às decisões tomadas pelo Conselho de Ética, com base no parecer do consultor legislativo Gilberto Guerzoni Filho.

Leia também:

Leia mais sobre: Sarney

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.