PSDB e DEM já acertaram a estratégia para a reunião de amanhã da Comissão de Infra-estrutura do Senado, que ouvirá a ex-diretora da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Denise Abreu, sobre supostas irregularidades na venda da Varig. Os líderes do PSDB, Arthur Virgílio (AM), e do DEM, José Agripino (RN), decidiram, em reunião realizada hoje, dar total prioridade ao depoimento de Denise Abreu.


"Não vamos deixar que os outros convidados falem antes de esgotarmos todas as questões com a ex-diretora da Anac", afirmou Agripino. "É preciso que ela traga provas e apresente as circunstâncias."

Ao lado do PSDB, o DEM pretende reagir a eventuais manobras da base aliada para desqualificar a exposição de Denise e tentar diluir a sua audiência reforçando a palavra dos demais convidados da sessão. Denise Abreu é autora de denúncias sobre as irregularidades que envolveriam a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Também está prevista para amanhã a participação de ex-dirigentes da Anac e procuradores do órgão e da procuradoria-geral da Fazenda Nacional.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.