Oposição atua para atrasar votação da Emenda 29

A sessão do plenário da Câmara dos Deputados que irá votar hoje à noite a regulamentação da Emenda 29 deve se prolongar por algumas horas. No início da noite, o deputado Rafael Guerra (PSDB-MG), relator da proposta na Comissão de Seguridade Social, lia lentamente o parecer sobre as emendas que recebeu.

Agência Estado |

A oposição mantém a estratégia de tentar adiar a votação, mas os deputados da base aliada do governo garantem que haverá número para aprovar o projeto que substitui a proposta votada no Senado.

O dispositivo da regulamentação que cria a Contribuição Social para a Saúde (CSS), que substituirá a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) com cobrança de 0,1% sobre as movimentações financeiras, deve ser deixado para ser votado amanhã. A avaliação do governo e da oposição é de que a sessão de hoje vote somente o texto básico do projeto.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG