Em mais uma tentativa de montar uma estratégia para furar o bloqueio do governo na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Cartões Corporativos, os principais líderes dos partidos de oposição se reuniram em almoço com a presidente da comissão, senadora Marisa Serrano (PSDB-MS). Uma das idéias é a criação de uma CPI exclusiva no Senado, onde o PSDB e o DEM teriam mais espaço para aprofundar as investigações.

A CPI mista que está em curso dá vantagem ao governo, que controla a maioria e impede a aprovação de todos os requerimentos de parlamentares oposicionistas. "Vamos passar em revista todos os itens", afirmou hoje o líder do PSDB, senador Arthur Virgílio (AM), que participa do encontro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.