Oposição ameaça convocar Dilma para depor no Senado

Sem maioria na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Cartões Corporativos, a oposição pretende transformar o plenário do Senado em um campo de debates e vai insistir na convocação da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, para dar explicações sobre o levantamento de gastos com esse tipo de despesa do governo Fernando Henrique Cardoso. O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), anunciou hoje que se a base aliada se negar a convocar a ministra na CPI, a oposição vai convocá-la para o plenário do Senado.

Agência Estado |

"No plenário, a sociedade vai saber quem é contra (a convocação da ministra) e cada senador terá de dizer isso pessoalmente", afirmou Virgílio. "Se alguém pensa que vai consagrar a impunidade, vai ter que botar a cara no plenário." O líder disse que o presidente do PSDB, Sérgio Guerra (PE), vai protocolar ainda hoje um requerimento ao Palácio do Planalto pedindo que uma pessoa do PSDB acompanhe a sindicância que está sendo realizada no governo para investigar a origem do vazamento dos dados das contas do governo FHC.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG